Cover of A Influencia Europea Na Africa Perante A Civilisao E As

A Influencia Europea Na Africa Perante A Civilisao E As

Auhtor: Carlos Testa

Language: english
Published: 1880

Genres:

non fiction
Downloads: 255
eBook size: 302Kb

Review by Stephen M. Charme, March 2007


Rating: (*****)
Copyright: Public Domain in the U.S.
Please check the copyright status in your country.

Excerpts from the Book 'A Influencia Europea Na Africa Perante A Civilisao E As':

... Carlos Testa. INFLUENCIA EUROPEA NA AFRICA. perante a civilisao. e as relaes internacionaes. Consideraes cerca do tratado de 30 de ...
... do selvagem e entre elle estabelea os laos sociaes o commercio, que obrigue ao trabalho util e ao desenvolvimento da riqueza natural do solo e por ...
... portuguezes, cujas frotas navegavam nos golfos da Arabia e Persia, para cortar outro transito que no fosse a derrota do cabo, por onde tudo vinha a ...
... mare invictissima, nec tantum tuam sed humani-generis libertatem, audaciter propugna. III. A irresistivel tendencia que tinha levado todas as ...
... ella se especulou, reduzindo-a a um monopolio official adjudicado a contratadores, que tambem punham a preo a distribuio d'esta mercadoria de carne humana ...
... cobrir mercadoria, e a garantir os direitos dos neutros. A independencia politica successivamente proclamada e firmada de norte a sul das Americas, ...
... e abrir alli novos mercados e centros de consumo, no tem referencia s regies septentrionaes d'aquella parte do Mundo, cujos estados desde Marrocos e Argel ...
... e impede-se o trafico sob qualquer outra bandeira, embora a frete mais barato, e portanto mais vantajoso para o commercio. Annunciam-se ...
... mais importantes no direito publico de todas as naes civilizadas. Os tratados publicos so pois pactos solemnes, celebrados em nome do principio ...
... de encontro a todas as theorias que as sciencias sociaes recommendam, que o bom senso indica, e que o exemplo aconselha. Duas naes europeas, dominantes ...
... de quem ignorasse as disposies do dito tratado de 1842. O artigo 2. Franqueia os portos e os rios dos referidos dominios aos subditos de ambas as naes ...
... do Zambeze, se Portugal pretendesse monopolisar e impedir a navegao d'este rio, seria proceder, no de accordo com as praxes das naes cultas, e em ...
... de postos fiscaes, com pessoal organisado e mantido para impedir o trafico, como se tal trafico podesse existir sob taes peias, e como se tal fiscalisao ...
... se referem exclusivamente abolio do trafico. No dito tratado j se encontram disposies, que se fossem conhecidas pelos terroristas, que veem agora ...
... comportent pas une prcision mathmatique aussi rigoureuse, que l'officier commandant, lorsqu'il n'a eu vue qu'une cte inculte, inhabite, denue de tout ...
... estabelece, qual , que toda a nao constituida e independente deve ter um territorio proprio, sobre o qual exera um direito de plena propriedade ...
... encontram os elementos geographicos e hydrographicos mais adaptados para tornar pratica a aco d'aquelles elementos, que devem conduzir realisao do grande ...
... sua valia quando elle deixasse de existir activo e assiduo. a Inglaterra a potencia com a qual Portugal no pde deixar de manter relaes ...
... que persistindo ns na politica de isolamento e inaco que nos teem distinguido, estamol-o criminosamente conservando agrilhoado a um revoltante estacionamento ...
... Rome Volume 1 Of 6 by Cassius Dio. Four hundred and seven small pages over and above the Epistle Dedicatory are contained in Volume One. Really ...