Cover of O Assassino De Macario

O Assassino De Macario

Auhtor: Camilo Castelo Branco

Language: english
Published: 1903

Genres:

drama
Downloads: 423
eBook size: 380Kb

Review by Dr. Bojan Tunguz, August 2006


Rating: (****)
Copyright: Public Domain in the U.S.
Please check the copyright status in your country.

Excerpts from the Book 'O Assassino De Macario':

... pelo fundo) Aqui estou, senhor. BARNAB. No me tinhas ouvido. SEBASTIANA. Perfeitamente. O senhor chamou-me quatro vezes. BARNAB. Ento porque ...
... imaginasses. ITELVINA. Qual imaginasse. um grosseiro que ousou dizer-me cara a cara: a menina encantadora.. BARNAB. E bateste-lhe ...
... as coisas. BARNAB. (despindo o rob-de-chambre) Obrigado. Ajuda-me. (Vestindo-se) Irei viver sosinho em paz e socego. SEBASTIANA. O senhor ...
... senhor quem procura. LIBORIO. A snr. D. Itelvina Barnab. ITELVINA. Sou eu. LIBORIO. (sorrindo) Minha senhora. ( parte) trabalha-se ...
... Fiz quanto podia mas. ITELVINA. Sabe qual foi a causa do duelo. LIBORIO. A causa. ora, se sei. pois no sei. ( parte) diabo. (alto) pois no ...
... Faz-lhe conta. BARNAB. o que eu lhe digo. Elle ia casar com a pequena. Consenti com muito custo. No gostava do homem, eu e persuado-me que minha ...
... direita, no primeiro plano, uma janella fechada com cortinas e store. No fundo, direita do leito, a porta da entrada. direita, no 3. plano, uma porta ...
... Parece que ouvi um tiro ou um espirro enorme, no sei bem o que foi. Estaria eu a sonhar. Ninguem aqui vem espirrar de noite no meu quarto, e mais sou ...
... (a Sebastiana) Vem c. Que horas so. BARNAB. Ento foi para saber que horas eram. LIBORIO. Snr. Barnab, no comsigo que eu fallo. (a Sebastiana) ...
... um perigo acordar os somnambulos, nada lhe disse, e elle ao outro dia no se lembrava de nada. LIBORIO. l possivel que fsse eu. BARNAB. Ento ...
... como a Armengarda do Alexandre Herculano das penhas da Covadonga outras vezes estamos os dois n'um paraizo terreal como Ado e Eva. e eu a apertar-te ...
... meu Deus. ITELVINA. Oh. co' a breca. Estou aviada. LIBORIO. (no encontrando a cadeira em que Itelvina ficou sentada e passa esquerda) ...
... acariciar-te, ameigar-te, se fr preciso, que isso me no custa nada. LIBORIO. ( parte) Irra. estou a sentir uns calefrios na espinha. ITELVINA. Em ...
... de quem se intitula pae. BARNAB. Snr. Liborio. Modere-se. LIBORIO. cumplice d'ella. Concorde. Apraz-me a sua confisso. Ao menos que a minha colera ...
... porta da direita) Por esta porta. (Ouve-se o rodar da chave que a fecha) Fechada. fechada tambem. (correndo chamin) Sebastiana. (pucha pelo cordo ...
... menina isso que a senhora me prope j Hermione o propoz a Orestes em uma tragedia de Racine, e sabe o que fez a canalha da Hermione, depois ...
... o theatro furiosa) raiva. furor. SEBASTIANA. Se eu soubesse que estava fechada. ITELVINA. Perda-me, perda-me, ...
... seu talher e prato parte) Antes quero isto. ITELVINA. sua vontade. talvez estivesse mais seguro no pteo. LIBORIO. Isso no, porque o vento me ...
... ainda bem. LIBORIO. Aqui entre ns, eu creio que ella est de todo desmxicada. BARNAB. Antes isso, meus filhos, antes isso. Eu ...
... d uma carruagem com uma dama vestida de branco defronte do theatro de S. Carlos em Lisboa em uma noite de fevereiro de 1838. Por n ao apurar impaciencias ...