Cover of O Condemnadocomo Os Anjos Se Vingam

O Condemnadocomo Os Anjos Se Vingam

Auhtor: Camilo Castelo Branco

Language: english
Published: 1870

Genres:

drama
Downloads: 99
eBook size: 429Kb

Review by Joanna Daneman, March 2007


Rating: (*****)
Copyright: Public Domain in the U.S.
Please check the copyright status in your country.

Excerpts from the Book 'O Condemnadocomo Os Anjos Se Vingam':

... Quem no sabe, aprende. Ento por que tem o patro o leopardo nas armas reaes. Joaquim. historia antiga l da familia. Joo. Ento esse ...
... lhe no depararam virtuosas e optimas. Se eu l procuro exemplo de bons costumes em moo rico e considerado, no encontro meu pae. Visconde. No. Quem ...
... bichos. Joo. Sim, senhor fidalgo mas no dos que vem c a casa. Rodrigo. Dos que vem qu. Joo. D'aquelles fidalgos, que se chamam ...
... como tu, receber da thesoura ingleza uma tosquia, urso. Obrigado, snr. Gavio Aranha. D alvar de urso aos seus compatriotas, e eu tenho um criado que ...
... me demoro outra semana, morria abafada. Snr. visconde, trate de viver, e deixe morte o cuidado de o apanhar, quando estiver distrahido. V. Ex. acha ...
... fallar d'esse Jorge de Mendanha que estava na America ingleza. Viscondessa. Est no Porto. Visconde. No Porto. Viscondessa. E vem manh ao ...
... A sociedade de Lisboa, o jury, e o juiz que o julgaram e sentenciaram sabiam de sobejo que D. Martha de Villas-boas morrra criminosa. O cumplice ...
... os favos de mel se azedam. No me disse ainda ha pouco, minha muito contraditoria senhora, que eu tinha vivido duas duzias de annos como anachoreta selvagem. Viscondessa. Fra ...
... historia de corrupo social. Jos de S (sorrindo). Isto no candura, minha snr. Eu estou corrompido bastantemente para no ser tolo. Na nossa sociedade, ...
... repara e estremece). Jorge (rancoroso). Quem lhe deu esta pulseira. quem lhe deu este retrato, senhora. D. Eugenia. Retrato. isto ...
... o cadaver de Martha. SCENA XII. OS MESMOS, VISCONDESSA, PEDRO ARANHA COM OUTROS GRUPOS QUE SE CRUZAM AO FUNDO. Viscondessa. Ai. alli est o visconde. ...
... Ah. uma nota curiosa. O conselheiro, reparou n'aquelle pendor sentimental da cabea de Eugenia sobre o hombro de Silveira, quando passeavam nas salas ...
... do visconde de Vasconcellos. Jorge. Sei isso. Tome nota do conhecimento que tenho de V. Ex., para todos os effeitos. Quer por tanto saber quem ...
... houve do sogro, mas sim de D. Maria da Gloria, irm de sua me. Jorge (rapido). Entendi eu bem. Repita. Comprehendes tu, Jos de S. Repita o snr. Pedro. Que ...
... de filha aleivosamente, mas digno de desculpa. Rodrigo. Mas meu pae tem a certeza de que Leonor era filha de Jacome da Silveira. Visconde. Como ...
... No se impaciente, minha senhora. Olhe que no est ssinha. Quando mais opprimida sentir a sua innocente e nobilissima alma, imagine que v sempre ao seu ...
... Fracisco de Valladares propalada pelo visconde do Espinhal. (Fita a irm rancorosamente, travando-lhe do brao) Se ella estiver pura, preciso que a senhora ...
... Antonia. Elle ainda est no jardim. Creada. Est, sim, minha senhora. D. Antonia. V se o passas para a sala do meio. Preciso muito ...
... o amar, e muito menos de o soffrer. No pde a minha filha morar sob o mesmo tecto da snr. D. Antonia. D. Albertina (a D. Antonia a meia voz). Mana ...
... Ferreira Botelho Castelo-Branco,1st Viscount de Correia Botelho (March 16, 1825 - June 1, 1890), was a prolific Portuguese writer of the 19th ...